As nossas dicas para viajar

Quantos de nós passam um ano inteiro a sonhar com a viagem ou as férias perfeitas?
Para que tudo corra como o desejado, e de forma a evitar surpresas desagradáveis, deixamos-lhe alguns conselhos para que tenha umas férias inesquecíveis.

Planeie com antecedência a sua viagem. Geralmente, se efectuar a reserva de alojamento, bem como a compra da passagem de avião com a maior antecedência possível conseguirá preços mais satisfatórios.
No caso dos alojamentos, tenha em especial consideração aqueles que oferecem cancelamento gratuito. Poderá sempre surgir a necessidade de realizar alterações de última hora, tais como: mudança da data inicial da viagem, aumento do número de pessoas que irão estar consigo no alojamento, ou necessidade de acesso a serviços mais específicos. O cancelamento gratuito permite-lhe escolher um novo hotel/casa/apartamento, caso o primeiro reservado por si não permita as alterações que deseja efectuar, ou não se adeque de todo às suas novas permissas.

Antes de assumir um compromisso com qualquer entidade procure reviews reais de quem usufruiu dos mesmos serviços com essas empresas. Sites como o Booking.com, TripAdvisor ou Momondo são eficazes neste tipo de questões. Faça a sua pesquisa e organize os resultados tendo em mente as avaliações que tem ao seu dispor. Contudo, nunca se esqueça que deverá observar sempre essas avaliações fazendo uso do seu sentido crítico, uma vez que a perspectiva de cada cliente é sempre muito subjectiva e prende-se primordialmente com o gosto pessoal de cada um, bem como com a expectativa previamente criada.

Descubra quais as ofertas de actividades que os locais que pretende visitar têm para lhe oferecer. Se a viagem for mais cultural e urbana, reserve um dia (ou pelo menos uma tarde) para parar e descansar. Estando de férias, é importante renovar tanto o corpo como a mente.

Kart Cross em Pipa

Pesquise informações sobre o(s) país(es) que visitar. Caso verifique que passa por uma área sujeita a agentes transmissores de doenças, marque com antecedência uma Consulta do Viajante, durante a qual lhe serão fornecidas recomendações a ter em conta durante a sua estadia, bem como o plano de vacinação mais adequado ao seu caso específico. É importante também ressalvar que se após o seu regresso verificar alguns destes sintomas: febre alta; dores de cabeça e musculares; taquicardia, entre outros, deverá dirigir-se a um serviço de saúde com a maior urgência, mencionando sempre o(s) país(es) e regiões onde esteve. Não negligencie os sintomas por si observados: o que pode parecer um simples gripe ou constipação, poderá tratar-se efectivamente de uma doença com alguma gravidade.

Após ter feito as suas escolhas, é hora de fazer as malas. Leve apenas o essencial, não se preocupe em
ter consigo tudo o que representa o mimo e conforto de sua casa. A magia das viagens passa sobretudo pela nossa capacidade de inserção e de adaptação a novas culturas e ambientes.
Chegando ao destino, aproveite o melhor dos locais que escolheu, tire fotos e tenha em mente que todos os momentos da sua vida são irrepetíveis.

Descontraia mas esteja sempre alerta. Por todo o mundo há turistas incautos vítimas dos amigos do alheio. Olhe em seu redor e repare se há alguém muito atento a si ou às suas coisas. Não se afaste dos seus bens e confirme com frequência os fechos das suas malas e mochilas.

Tenha em consideração que as suas férias são provavelmente o seu momento mais aguardado do ano, mas essa é só a sua perspectiva. O resto do mundo não sabe nada sobre si e provavelmente também não quererá saber. Seja paciente se quiser muito fotografar algum monumento, estátua ou outro motivo de interesse. No caso de querer tirar “aquela fotografia” e já estiver formada uma fila para o mesmo efeito, aguarde pacientemente pela sua vez. Aproveite o tempo de espera para ter a máquina pronta, com os parâmetros certos já definidos para que não demore uma eternidade a conseguir a sua foto – tenha em atenção que continua alguém à espera que conclua a sua fotografia para poder também conseguir a sua vez, por isso concentre-se e seja breve.

Se quiser fotografar ou filmar habitantes locais, pergunte primeiro se pode e se não se importam. Estabeleça comunicação sem ser demasiado intrusivo, a educação é apreciada em todo o mundo e embora possa encontrar várias diferenças culturais nos destinos por onde passar, a abordagem tranquila, calma e educada continua a ser a melhor opção.

Já que falamos dos habitantes locais, comunique com eles e conheça os costumes da população. Não insista se não quiserem ser importunados, mas guarde tempo e espírito aberto para os que tiverem vontade de comunicar e partilhar as suas experiências de vida.

Em Little Havana, Miami, com Don Pedro Bello.

Muitos destinos por esse mundo fora são sustentados pela relação que têm com o turismo. Sempre que seja possível faça as suas refeições nos estabelecimentos da terra e evite franchisings. É a maneira de garantir alguma sustentabilidade do comércio local e também ficar a conhecer melhor a sua gastronomia típica.

Creperia Marinas, Tibau do Sul

Sabemos que uma viagem poderá ser longa, cansativa e sujeita a alguns contratempos. Contudo, aconselhamos que mantenha sempre uma atitude positiva, tentando ver sempre “o copo meio cheio”, de forma a que consiga ter a melhor experiência possível e verá que no fim só lhe restarão boas recordações.

Aproveite ao máximo as suas viagens. Abra o seu coração, a sua mente e esteja disponível para absorver tudo o que o nosso mundo tem para lhe oferecer. Vai ver que o contacto com outras realidades, outros povos, religiões e culturas, torná-lo-ão uma pessoa melhor, mais sábia e com uma vida mais rica e plena.

 

Publicações relacionadas

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: